O poder do pensamento positivo: a ciência explica

o poder do pensamento positivo

Compartilhar:

Você provavelmente já passou por algum momento decisivo na vida em que se pegou pensando: “pense positivo, pense positivo”. Pode até parecer besteira, mas o fato é que o pensamento positivo tem sim uma grande influência sobre as suas ações e conquistas de uma maneira geral, estando atrelado a questões psicológicas e comportamentais.

Por mais que desejar ter uma mansão não fará com que ela se materialize na sua frente, pensar frequentemente nela pode ter influência em suas ações ao longo da vida. Sendo assim, a partir do momento que seus pensamentos são positivos em relação a esse desejo, suas atitudes são guiadas também por ela.

Nos últimos anos a ciência vem comprovando uma série de benefícios atrelados ao pensamento positivo de uma maneira geral. As vantagens de ser um otimista não param nas atitudes, mas também estão relacionadas a questões de saúde física e mental e, até mesmo, na sua longevidade.

Neste artigo, você irá conhecer um pouco mais sobre o poder do pensamento positivo de acordo com a ciência. Falaremos também sobre algumas das principais vantagens de ser uma pessoa otimista, uma vez que o otimismo, na dose certa, pode melhorar e muito a sua vida com o passar dos anos.

Dito isso, pegue logo o seu caderno de anotações ou abra o bloco de notas do celular e venha conferir um pouco mais sobre o assunto.

O pensamento positivo ajuda a prevenir doenças

Quando falamos em pensamentos positivos, não podemos nos limitar apenas àqueles relacionados a bens materiais. Na verdade, uma pessoa otimista é aquela que enxerga oportunidades, prazeres e interesses em pequenos detalhes comuns da vida e da rotina de uma maneira geral.

Até porque o pensamento positivo nos ajuda não apenas a mudar o nosso comportamento como, também, contribui para a prevenção de doenças. De acordo com o psicólogo e psiquiatra Richard Davidson, o nosso estilo emocional afeta diretamente o equilíbrio do nosso organismo.

Isso porque a maneira como pensamos e mantemos o nosso humor influencia não apenas a forma como nos comportamos como também o quão suscetíveis somos ao estresse. Sendo assim, nosso humor tem consequências importantes em relação aos sistemas cardiovascular, imunológico, endócrino, respiratório e gastrointestinal.

Dessa forma, o pensamento positivo é uma maneira de fazer com que estejamos menos suscetíveis a consequências negativas atreladas ao estado da mente. Segundo o psicólogo norte-americano, acredita-se, inclusive, que os nossos pensamentos têm maiores impactos à saúde física do que emocional.

O pensamento positivo também ajuda a atrair o sucesso

Ainda que mentalizar algo não faça com que ele se materialize quase que imediatamente na sua frente, cultivar pensamentos positivos é um passo essencial para o sucesso. Tal afirmação pode parecer jogada de marketing de falsos instrutores, mas na verdade, foi comprovada por estudos científicos da Universidade da Califórnia Riverside.

A pesquisa, publicada há anos na revista científica Psychological Bulletin, abrange mais de 270 mil pessoas. Nela, foi comprovado que pessoas tidas como mais felizes e bem-sucedidas acreditam que seu sucesso se deve, também, ao otimismo cultivado ao longo de suas vidas.

A professora líder da pesquisa afirmou que, em suma, a felicidade está associada a questões como satisfação, popularidade, renda e autonomia no trabalho. Com isso, há o entendimento de que pensamentos positivos acabam precedendo uma carreira de sucesso, o que faz com que ambos estejam diretamente relacionados.

Até hoje estudos buscam traçar uma relação entre o otimismo e o sucesso e felicidade das pessoas. Ainda há dúvidas em relação se a felicidade e os pensamentos positivos são decorrentes do sucesso ou se o sucesso é decorrente desses dois outros fatores. No entanto, o que se pode ter certeza, é que um tem influência no outro.

Leia mais: Principais ensinamentos do livro O Segredo

Pensamentos positivos podem fazer com que você viva mais

Todo mundo conhece aquela pessoa que é tida como “sonhadora” ou “nada realista” por ter pensamentos positivos demais. No entanto, saiba que alguém que cultiva uma vida otimista pode, na verdade, acabar vivendo ainda mais do que alguém que costuma ser um pouco menos positivo.

A relação foi apontada em um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Kentucky. Estes analisaram diários que haviam sido escritos por freiras que viveram em um mesmo convento nos anos 1930, ranqueando-as em uma escala de positividade com base nas informações dos registros coletados.

Depois de sessenta anos, os pesquisadores entraram em contato com as freiras que ainda estavam vivas, com idades entre 75 e 90 anos. Relacionou-se, então, que as mais velhas do grupo eram justamente aquelas que haviam sido enquadradas na maior escala de pensamentos positivos.

Por mais que este ainda seja um recorte um tanto quanto pequeno para um estudo tão complexo, é importante e vai de encontro com outras pesquisas. Afinal de contas, como já mostramos anteriormente, os pensamentos positivos podem até mesmo ajudar a prevenir doenças – o que é um passo crucial para a longevidade.

Por que eu devo ser uma pessoa otimista?

Depois de tantas informações científicas que demonstram o poder do pensamento positivo, talvez você esteja se perguntando: mas por que eu devo ser uma pessoa otimista? A resposta é bastante simples: porque, dessa forma, a sua vida tende a ser muito melhor do que poderia.

Não necessariamente pensar positivo fará com que você se torne uma pessoa rica ou repleta de bens materiais desejados por anos. No entanto, certamente fará com que você enxergue importância e felicidade em coisas que, para muitos, não causam nenhuma emoção positiva.

Com isso, você acaba cultivando um humor muito melhor, o que resulta em ações mais felizes e pontuais ao longo da sua vida. Da mesma forma, como já mostramos anteriormente, pode levar a uma melhor qualidade de vida de uma maneira geral – o que é o desejo da grande maioria das pessoas.

No entanto, é importante lembrar que ser uma pessoa otimista não é ser uma pessoa cega para a realidade. É preciso aproveitar o melhor que os pensamentos positivos proporcionam, sobretudo a qualidade de vida, mas saber tomar decisões baseadas em indícios verdadeiramente concretos.

banner curso fortuna e mente